girl by the sea

Suicídio, a única saída que me resta. Será?

Sofrimento, tristeza, angústia, falta de esperança. Nada mais tem sentido ou valor. A vida perdeu o brilho. O sentimento é um misto de derrota, desilusão, fracasso e, até mesmo, uma sensação de inutilidade e de não ter importância, ou valor, para os outros.

Por Cacau Morais

Muitas vezes, em situações difíceis e desesperadoras, o suicídio passa pela cabeça de milhares de pessoas como sendo a única solução para acabar com o sofrimento ou resolver um problema. O desejo de tirar a própria vida, simplesmente, invade a mente e insiste em permanecer, não deixando muitas alternativas, a não ser começar a pensar sobre isso.

Se esse é o seu caso, saiba, você não está sozinho! Muitas pessoas no mundo inteiro também estão tendo pensamentos de suicídio neste exato momento. Mas é importante que você também saiba que, por mais que possa parecer que esta é a única solução, muitas pessoas que também pensavam assim, conseguiram ver que é possível encontrar outros meios para solucionar aquilo que antes parecia insolucionável. Isso quer dizer que você também pode iniciar uma busca por outra saída e encontrá-la.

Pense um pouco, talvez você já tenha passado por alguma situação difícil, anteriormente, e também não via como resolvê-la, e até mesmo parecia impossível que aquilo terminasse bem; mas no transcurso do tempo tudo se ajeitou. Será que se você se permitisse um pouco mais de tempo, as coisas não se ajeitariam novamente? E lembre-se, as emoções não são permanentes, elas mudam. Talvez na semana passada você não estivesse se sentindo como agora. Ou, talvez na próxima semana você não esteja se sentindo como hoje. Afinal, nossas emoções flutuam, até mesmo ao longo do dia. O que você teria a perder se esperasse mais um pouco ou tentasse uma solução diferente de tudo que você tentou até agora?

Muitas vezes pensamos que se esgotaram as possibilidades. Mas talvez elas tenha se esgotado apenas dentro do seu campo de visão. Faça um teste bem simples para entender o que estou dizendo. Vá diante de um espelho. Observe que seu campo de visão amplia quando você está diante dele. Antes, você tinha apenas a visão do que estava à sua frente, mas, diante do espelho, você consegue ver as coisas ao seu redor e principalmente as que estão atrás de você. Essas coisas já estavam aí atrás, mas seu campo de visão era limitado e não lhe permitia vê-las, ainda que estivessem lá o tempo todo. E talvez a solução também esteja assim, bem atrás de você, fora do seu campo de visão. Da mesma forma, você precisará da ajuda de alguém, que funcionará como um espelho, para que você possa enxergar outras possibilidades, pois sozinho você já viu que tudo se torna mais difícil e a visão fica limitada.

Se você puder contar com o apoio de amigos ou familiares, converse com eles. Entretanto, busque um psicólogo, ele tem as ferramentas certas para te ajudar a ampliar seu campo de visão e encontrar alternativas para sua situação. Você também pode contar com alguns grupos de apoio, caso não tenha com quem contar, ou não queira se identificar. Estes grupos disponibilizam ajuda online e por telefone, e estão preparados para dar todo auxílio, tanto aos que estão tendo pensamentos suicidas, como àqueles que têm um ente querido nesta situação e desejam informações de como ajudá-los. Basta acessar qualquer um destes sites para obter ajuda e mais informações:

https://www.cvv.org.br/

https://www.helpguide.org/home-pages/suicide-prevention.htm

https://suicidepreventionlifeline.org/

 

*Confira na próxima edição mais informações sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>