Christmas to-do list

Plus para 2019: Que tal começar o ano com o pé direito?

Por Cacau Morais

Ano novo, vida nova! “No ano que vem vou começar uma dieta”, “vou emagrecer a partir do ano que vem”, “assim que o ano começar entro para academia”, “esse ano quero estudar mais”, “a partir do ano que vem vou guardar dinheiro”. Quem nunca fez planos como esses à espera de um novo ano?

A verdade é que um novo ano nos enche de novos desejos e expectativas, o que nos faz sentir motivados e cheios de energia para começar tudo o que nos propusemos. O novo ano então se inicia e, muitas vezes, os planos são abandonados já no início ou lá pela metade. Parece que a motivação vai embora sem dizer para onde e quando volta. E é nesse momento que muitas pessoas acabam se frustrando bastante, principalmente se essa situação se repete ano após ano, semana após semana.

É muito comum as pessoas até deixarem de planejar certas coisas justamente por suas experiências anteriores de não levarem seus objetivos até o final. Mas por que é tão difícil chegar ao objetivo?

Muitas pessoas acabam colocando tudo a perder porque não conseguem êxito na criação de um novo hábito.

Primeiramente, você precisa ter em mente que não se cria um hábito da noite para o dia. Criar um novo hábito implica na prática do mesmo por pelo menos 3 meses consecutivos, o que requer uma certa disciplina. Tente criar apenas 1 hábito por vez, pois assim você focalizará toda sua energia em uma só direção.

1. Planeje e comece devagar. O “como” você vai alcançar seu objetivo é fundamental. Então planeje cada etapa e estipule pequenas metas, por exemplo: no primeiro mês vou beber 2 copos de água a mais no dia, no segundo mês vou acrescentar mais 1, no terceiro mês acrescento mais 2 (total de 5 acrescentados em 3 meses). Ao invés de acrescentar 10 copos de água já desde o primeiro dia, o que te levará à frustração na primeira semana por não conseguir atingir seu objetivo.
2. Deslizes fazem parte. Tenha em mente que podem acontecer alguns deslizes ou impedimentos e que um dia ou outro não seja possível atingir a meta, mas tudo bem, não desista, prossiga!
3. Evite autosabotagem. É muito comum querer deixar para depois, mas como já foi explicado, não caia nesta armadilha e cumpra seu objetivo sem pensar na preguiça que você está de fazer aquilo; simplesmente vá e faça!
4. Proponha alguma recompensa para você mesmo. Quando cumprir seu objetivo se dê o prazer de uma boa recompensa, pois as recompensas são os maiores reforçadores dos hábitos, ou seja, ela estimula seu cérebro a querer cumprir objetivos.

Agora é com você!

E se ficou alguma dúvida, escreva para mim:
psi.cacaumorais@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>