Celma Brett capa destaque 202112

Celma Brett: Melhor Escritora Brasileira

Ela é sucesso nos Estados Unidos e ganhadora do prêmio de melhor escritora brasileira

Escrever não é tão fácil como muitos pensam! Muitas vezes por mais que queira e tente, não consigo escrever nada, às vezes uma só palavra, que fica ali por muitos dias, até chegar a hora certa para aqueles textos. A minha Bíblia é a minha companheira e amiga que me inspira.

Você já viu Celma Brett aqui nas páginas da Alô Você Magazine e sabe que ela é um fenômeno como escritora e empresária. Tivemos a honra de bater um papo com ela sobre vida, carreira e, claro, seus livros que são sucesso por aqui. Quer saber como uma brasileira vinda do Espírito Santo virou um nome de peso em solo americano? Confira a entrevista exclusiva abaixo:

Alô Você Magazine: Conte um pouco sobre a Celma antes de mudar para os Estados Unidos?
Celma Brett: Antes de vir para os Estados Unidos eu morava em Vitória – Espírito Santo e era gerente administrativo numa empresa fabricante de peças técnicas. Estudei contabilidade, me formei em massoterapia e medicina natural, tenho registro pelo Ministério da Saúde do Brasil. Estudei modelagem de roupas, trabalhei como auxiliar de modelagem para marcas famosas do Rio de Janeiro. Mas precisava descansar, então resolvi tirar o visto e vir para os Estados Unidos.

A.V.M.: Foram muitos desafios até chegar aonde está hoje?
C.B.: Desafios sempre vão existir, mas precisamos ter força para enfrentar os obstáculos que surgem em nosso caminho, em nossa vida. Pondo Deus à frente de tudo, tendo a certeza que nada é impossível para Deus; que com Ele é mais fácil enfrentar os desafios.

A.V.M.: Quando se descobriu como escritora?
C.B.: Acho que sempre fui, só não sabia. Quando era criança gostava muito de escrever, escrevia muito sobre o amor. Minhas melhores notas eram em redação. Esquecia do tempo lendo livros de história, contos, poesias e poemas. Aqui nos USA, comecei a escrever no Orkut, depois no Facebook. Mas meu primo, o pastor Elias Gonçalves, me incentivou a escrever um livro, e assim com a ajuda dele veio meio primeiro livro: ‘Eu e Deus – A Vida É Um Precioso Presente’. Com o lançamento dele, em 2019, veio também a capa da Alô Você Magazine, o lançamento no Focus Brasil NY e prêmio no Brasil, onde fui homenageada pela Câmara de Vereadores da cidade de Amélia Rodrigues. Também estarei lá em fevereiro para receber pela segunda vez a placa de moção e congratulação, por votação dos vereadores. Haverão muitas entrevistas e ‘lives’.

A.V.M.: Qual o maior êxito que já teve até hoje como escritora?
C.B.: Falar sobre o maior êxito é algo fácil, pois todos os dias agradeço a Deus por me usar para falar do amor Dele às pessoas, não há êxito maior do que poder alcançar vidas falando de um Deus vivo e que ama a todos da mesma forma. Nos ama tanto que deu seu único filho para morrer por nós. Para mim o maior êxito é poder mostrar tal amor ao mundo em forma de livros, com eles eu posso chegar onde não posso entrar: no coração do homem.

A.V.M.: O que te inspirada na hora de escrever seus livros?
C.B.: Escrever não é tão fácil com muitos pensam! Muitas vezes por mais que queira e tente, não consigo escrever nada, às vezes uma só palavra, que fica ali por muitos dias, até chegar a hora certa para aqueles textos. A minha Bíblia é a minha companheira e amiga que me inspira. Um livro que fala do criador do universo. Mas todo escritor sabe que tudo é fonte de inspiração, uma árvore, uma pedra, uma joia, ou mesmo uma folha que o vento leva de um lado para o outro, nos inspira a falar da perfeição de Deus em cada detalhe. Assim sou inspirada.

A.V.M.: Dentre as suas publicações, qual delas mais mexeu com você na hora de escrever?
C.B.: Todos são especiais: o livro ‘Eu e Deus – A Vida É Um Precioso Presente’, as minhas orações com Deus, as minhas conversas em noites de solidão, quando me sinto sozinha, aqui encontro segurança, e aprendi que nunca estou só, tenho um amigo, um abrigo seguro, que em todos os momentos está comigo. Já com ‘Deus e Eu – Intimidade’ aprendi a ter intimidade com Deus, entendi que Ele é simples, e não precisamos fazer rodeios ou orações teológicas para se chegar até o Pai celestial, que a nossa oração precisa ser pura, simples, direta e de coração; porque Deus nos conhece mesmo antes de nascer. ‘Deus e Eu – O Melhor Lugar Para nos lançar é nos braços do Pai’ mexeu comigo, pois foi terminado na quarentena – um momento muito difícil da minha vida – nele foram escritos sentimentos e ensinamentos às pessoas que estão em momentos complicados. Precisamos ter coragem de lutar quando o mundo vira de cabeça para baixo. Não ter medo de seguir em frente, de levantar, de olhar para as costas e ver que Deus lhe deu asas para voar. Esse foi o livro que mais mexeu comigo!

A.V.M.: Falando nisso, você foi eleita a melhor escritora brasileira nos Estados Unidos, como foi receber esse prêmio?
C.B.: Fui nomeada para concorrer ao prêmio de melhor escritora em USA, na votação fiquei entre as seis mais votadas, não achei que ganharia por ter muitas escritoras com muitos livros, só que isso não era o que os jurados iam escolher; era a história de vida que ia ser votada. Foi uma sensação maravilhosa ter ido a Londres receber o prêmio em Kensington Palace. Sei que sem Deus nada disso teria acontecido, pois escrevendo sobre o Deus do impossível é que vejo o impossível ser realizado em minha vida. Com o prêmio de melhor escritora Brasileira nos EUA também tive a honra de ser capa em Londres da High Profile Magazine International em português e ser capa, pela segunda vez, da Alô Você Magazine. Estou tendo reconhecimento em muitos países como a escritora Celma Brett. Tudo para honra e glória de Deus.

A.V.M.: Para você, qual o segredo do sucesso?
C.B.: O segredo do sucesso está em você se sentir realizada e gostar do que faz, fazendo com dignidade e amor além de tudo, o sucesso e a realização andam juntos. Sucesso vai muito além de fazer dinheiro.

A.V.M.: E tem novos livros para serem lançados no futuro? Sobre o que eles serão?
C.B.: Tenho sim, estou em fase final do meu quarto livro, esse é uma coletânea de vários textos de várias pessoas, cristãos, evangélicos e não evangélicos, respeitando o que a pessoa escreve falando o que Deus significa para ela. A previsão é que seja lançado em 2022, sem data exata. Estou escrevendo também o quinto livro, um devocional que fala sobre as promessas de Deus para nossa vida. Tenho outros projetos, também estou fazendo parte de um livro no Brasil, ‘Antologia e Destinos’. Fui convidada a participar do livro da Artecultural Editora, ‘O melhor enfeite de Natal, poemas e contos infantis’. Vem muito mais surpresas em 2022.

A.V.M.: Como você definiria Celma Brett?
C.B.: Celma é uma pessoa apaixonada pela vida, mãe de dois filhos, Alaguan e Hives, avó de Hadriell, Danielle, Aaron, Patric e Arthur, sogra da Débora, ama a família, é totalmente coração, que não troca seus valores por nada. Que ama a Deus sobre todas as coisas, que não desiste dos seus sonhos, deixando tudo nas mãos Daquele que pode todas as coisas, e para Ele não há impossível.

Fotos: Virgínia Dock | Acervo Pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>